INTERVENÇÃO CÍVICA EM DEFESA DO PATRIMÓNIO

Em 2012 a ASPA comemorou 35 anos de intervenção em Braga. Criou, nessa data, este blogue.
Em 2017 comemorou 40 anos de intervenção.
Numa cidade em que as intervenções livres dos cidadãos foram, durante anos, ignoradas, hostilizadas ou mesmo reprimidas, a ASPA, contra ventos e marés, sempre demonstrou, no terreno, que é verdadeiramente uma instituição de utilidade pública.
Numa época em que poucos perseguem utopias, não queremos descrer da presente e desistir do futuro, porque acreditamos que a cidade ideal, "sem muros nem ameias", ainda é possível.

SETE FONTES

DEZEMBRO DE 2013
O novo executivo municipal suspende o PDM na área da ZEP das Sete Fontes.
Foi dado o 1º passo e há, finalmente, a esperança para o Monumento Nacional.

JUNHO DE 2015
O PDM aprovado na Assembleia Municipal de Braga prevê área de construção em ZEP do Monumento Nacional.
Novamente um futuro incerto para o Complexo das Sete Fontes?!

MARÇO de 2016
Publicada a Declaração nº16/2016, de 3 de março, que revoga o despacho que aprovou a constituição de faixa de reserva "non aedificandi" para o lanço da EN 103-Variante de Gualtar, entre o Nó do Hospital e o Nó Norte (Nó do Fojo).
É o fim da variante que atravessaria o Complexo das Sete Fontes e tanto preocupava os defensores do Monumento Nacional.

JULHO 2018
A CMB apresenta às associações e aos proprietários dos terrenos, o "Ponto da Situação e a Estratégia Executória para o Complexo Ecomonumental das Sete Fontes".

Março 2019
Sessão pública "Salvaguarda e Execução do Parque Ecomonumental das Sete Fontes. Apresentação dos estudos: hidrogeológicos, arqueológicos, urbanísticos e paisagísticos"

Fevereiro de 2020
Apresentação e discussão pública do Plano de Urbanização e do Projeto do Parque das Sete Fontes

Agosto de 2020
CMB adquiriu primeiros terrenos para a construção do Parque das Sete Fontes.

sábado, 7 de maio de 2022

Participe no Combate a Plantas Invasoras

A ASPA  aderiu à Semana sobre Espécies Invasoras 2022: Portugal & Espanha (SEI 2022), promovida pela Rede Portuguesa de Estudo e Gestão de Espécies Invasoras, a Plataforma INVASORAS.PT e os projetos LIFE STOP Cortadeira e LIFE INVASAQUA
A iniciativa "Combate às Plantas Invasoras", promovida pela ASPA com a colaboração do Museu D. Diogo de Sousa, vai realizar-se no dia 21 de maio, pelas 15h00. Inclui uma apresentação da problemática, para conhecer e distinguir plantas invasoras, seguida de uma intervenção de controlo/arranque, no terreno.
Pretende-se sensibilizar os participantes para o impacto ambiental das espécies invasoras, divulgar espécies invasoras sinalizadas em ambiente urbano e rural (Braga) e alertar para a urgência do seu controlo.

Entretanto, poderá consultar as Fichas de Espécies Invasoras
Irá descobrir plantas aparentemente inofensivas que, afinal, integram a lista de Espécies Invasoras em Portugal. 
Participação: livre
Inscrição na parte prática: no Museu D. Diogo de Sousa
Material para a parte prática: luvas de jardinagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário